05 de fevereiro de 2021

Adetec e Sebrae discutem primeiros passos para execução do Programa de Desenvolvimento Local em Lins

Por Cintia Papile

Integração dos planos de trabalho, polo tecnológico, incubadora, eventos virtuais, setor agro e turismo foram alguns tópicos da pauta

O Programa de Desenvolvimento Local em Lins começou a ganhar vida na manhã da última quinta-feira, dia 4, em uma reunião online entre representantes da Adetec (Agência de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico) e Sebrae.

O primeiro passo foi dado: integrar as agendas e planos de trabalho das instituições envolvidas. “Um documento único com as ações da Adetec, do Sebrae, poder público e as outras instituições para haver uma união de forças, e não ficar cada um tentando fazer uma coisa de forma separada, isso é importante para executar um programa completo e termos resultados melhores e mais rápidos”, avalia o presidente da Adetec, Cassio Bauléo.

Os projetos em andamento das instituições também foram discutidos para terem andamento em conjunto no PDL, como o Arranjo Produtivo Local voltado para a agricultura familiar, o polo tecnológico e a Incubadora de Empresas da Adetec. A agenda de projetos e cursos do Sebrae Aqui também se integrará com as outras ações do programa. Foram retomadas, ainda, antigas ações, como o Hackathon promovido pela Adetec todos os anos, que já teve o nome de Empreendedor do Futuro, e deve ter um modelo online neste ano.

Novos assuntos também entraram para a pauta do desenvolvimento, como o turismo. A ideia é unir os municípios da microrregião como em um consórcio de prefeituras para desenvolver políticas de fomento ao setor.

“Estamos na fase de engajamento, que é identificar as pessoas e instituições locais, houve uma reunião maior sensibilizando toda a liderança de Lins, e agora estamos indo de forma individual para conhecer mais o que cada instituição está fazendo, identificando os atores e as oportunidades, para que a gente possa propor um encontro já com mais informações e dados do município, com toda a liderança mapeada e, partir daí, formar um núcleo estratégico do município, para juntos definir prioridades, identificando os desafios e oportunidades para formar uma agenda estratégica de Lins e acompanhar esses resultados. É um trabalho que vamos construindo dia a dia com todo mundo”, explica a Analista de Negócios do Sebrae Bauru, Fleide Anequini.

O próximo passo será a formação de um comitê com representantes de cada entidade que está ligada ao Programa de Desenvolvimento Local para prosseguir com a execução das ideias e ações agendadas.

A Adetec utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação. Saiba mais »