11 de março de 2021

Adetec completa 20 anos de apoio ao empreendedorismo e inovação na região de Lins

Por Cintia Papile

Incubadora de Empresas, Centro de Inovação e muito mais; conheça tudo que a Adetec faz e a importância do apoio no desenvolvimento local

Com uma sólida atuação no cenário econômico de Lins e região, a Adetec (Agência de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico) completou 20 anos no dia 5 de fevereiro deste ano. A instituição, que é uma organização sem fins lucrativos de interesse público (Oscip), nasceu para fomentar o empreendedorismo e a inovação, além de incentivar o desenvolvimento econômico, tecnológico, educacional e social da região.  

Nessas duas últimas décadas, a Adetec tem cumprido essa missão ao facilitar as relações entre o poder público, empresariado, centros de ensino e outras entidades, contribuindo com a criação de políticas públicas de desenvolvimento, geração de novos negócios e empregos, fortalecimento do ambiente empresarial, formação e apoio aos micro e pequenos empreendedores, além do incentivo a jovens estudantes.

Mas, como tudo isso foi e está sendo realizado? Por meio de programas e projetos criados pela instituição e por parcerias com entidades comerciais, educacionais e o poder público. “Somos um agente facilitador nesse processo de desenvolvimento, criando programas, como a Incubadora de Empresas, o Centro de Inovação, o Centro Municipal de Formação Profissional, o Polo Tecnológico e, conectados com o novo momento, a Incubadora Virtual. Evoluímos com sustentabilidade. Há cidades maiores fazendo tudo isso só agora, então nós somos uma referência estadual e nacional, pelo tempo que temos e trabalho que fizemos”, aponta o gerente da Incubadora de Empresas da Adetec, Flávio Anequini.

 

Desde o empreendedor iniciante até o empresário experiente

Dois anos após o nascimento da Adetec, foi criado seu primeiro e principal programa: a Incubadora de Empresas, uma escola de empreendedorismo. Por meio das consultorias especializadas e orientações recebidas, os empreendedores transformam boas ideias em negócios promissores ou alavancam seu empreendimento que precisava de uma força extra para acelerar.

O gerente Flávio aponta que já houve graduação de diversos tipos de empresas e há histórias marcantes, como de dois jovens que criaram um ebook sobre emagrecimento e venderam R$ 1 milhão em curto período; um inventor (antes desempregado), que criou um programa de automação de caixas d’água no agronegócio, ganhou prêmios e expandiu as vendas para o país todo; uma empresa de serviços de limpeza que chegou a 50 funcionários em um ano; uma engenheira que decidiu empreender no ramo da confeitaria, cresceu e abriu filial em outra cidade mesmo em cenário de pandemia, entre tantas outras. Mesmo graduadas, algumas empresas continuam junto da Adetec, as duas últimas citadas se tornaram associadas da instituição após se graduarem na Incubadora.

Atualmente, há empresas com mais de 10 anos de experiência incubadas, como uma do setor alimentício e um ateliê. Já alguns incubados começaram em outro programa, o Hotel de Projetos, onde transformam uma ideia em produto, medem a reação dos clientes e aprendem a decidir se é momento de continuar a ideia ou pivotar (partir para um novo projeto ou estratégia). Uma empresa de softwares, apps e games que começou no Hotel é hoje uma empresa incubada e teve até um projeto aprovado no PROAC (Programa de Ação Cultural) pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Em agosto de 2020, a Adetec também se reinventou e expandiu seu atendimento para empreendedores de todo o país com a criação da Incubadora Virtual de Empresas. Os incubados recebem o mesmo suporte administrativo, gerencial e tecnológico e todos os benefícios da incubadora física, como networking, facilidade de acesso ao crédito, cursos e eventos, consultorias em diversas áreas: financeira, mercado, marketing, gestão estratégica, inovação, entre outras. Mas, tudo é feito de forma online, sem necessidade da instalação no prédio da Incubadora.  

Há propostas inovadoras, como aplicativo de gerenciamento de obra da construção civil e de uma plataforma online que conecta editores de vídeos a pessoas que precisam ter seus vídeos editados. Há empreendedores de Lins e região, do litoral, da capital paulista e até de outros estados. Em 4 meses, a Incubadora Virtual ultrapassou a meta de incubados prevista para o período.  

No total, hoje, a Adetec apoia 34 empresas, entre incubadas e associadas.

 

Incentivo aos jovens estudantes

O vínculo com o setor educacional também sempre foi muito forte. Em 2013, a Adetec lançou o Empreendedor do Futuro, um desafio para jovens estudantes apresentarem suas ideias de negócios num concurso de startups com foco em tecnologia e inovação, com participação de escolas de nível superior, técnico e profissionalizante de Lins, Marília, Cafelândia, Bauru, Jaú, Araçatuba, Garça e arredores. O objetivo do projeto é fomentar o espírito empreendedor e, como consequência, despertar novas vocações na região.

 A 3ª edição, em 2015, recebeu a inscrição de 63 projetos para concorrer aos prêmios. O programa continuou como Hackathon em 2019. Neste ano, está prevista uma edição online do desafio.

A instituição realizou também o Desafio Adetec de empreendedorismo, que lança uma problemática para que os alunos apresentem uma solução. A intenção é incentivar a postura proativa e empreendedora dos jovens, com uso de modernas tecnologias. Os melhores projetos conseguem vaga no programa Hotel de Projetos, para transformar a solução em oportunidade de negócio.

Houve, ainda, a criação do REAJE (Rede de Apoio ao Jovem Empreendedor), que ficou ativo por cerca de 5 anos e consistia em um grupo para que os participantes desenvolvessem ideias, fizessem contatos, com apoio mútuo, cursos e treinamentos, através do empreendedorismo.

 

Capacitação sem fronteiras

Os cursos, palestras e workshops enchiam o auditório da Adetec, sempre gratuitos ou com valores acessíveis. Em 2020, foi necessário renovar esse formato e levar a mesma bagagem de conhecimento de forma online, com participação de empreendedores de diversas cidades e estados. Assim, uma nova marca nasceu: o evento “F5: Atualize-se para o Futuro”, realizado no mês do empreendedor, que traz temas atuais e importantes, com alguns nomes de peso.

 

Parcerias importantes que geram benefícios aos linenses

Desde 2010, a Adetec gerencia o Centro Municipal de Formação Profissional (CMFP), em parceria com o Senai e a Prefeitura. Os cursos de Aprendizagem Industrial e técnicos atendem às necessidades empresariais do município, fornecendo instrumentos de formação e qualificação profissional com metodologia Senai e gerenciamento da coordenação dos cursos e corpo discente pela Adetec.

Apenas nos últimos 3 anos (2019, 2020 e 2021), o CMFP ofereceu 42 turmas entre 15 cursos diferentes, com 830 alunos matriculados pelo Programa de Aprendizagem Industrial e a Formação Inicial e Continuada. E 210 alunos foram empregados pelo Programa de Aprendizagem Industrial. Além disso, houve atendimentos de treinamentos internos nas empresas de Lins e região.

E, em 2020, a Adetec firmou nova parceria com o Sebrae e trouxe para Lins uma unidade do Sebrae Aqui, em convênio com a instituição e a Prefeitura, atendendo empreendedores com cursos, treinamentos, abertura de MEI e outros benefícios. Atualmente, está em andamento também o Programa de Desenvolvimento Local do Sebrae em Lins, em parceria com Adetec e outras entidades.

 

Atração de empresas, desenvolvimento e empregos

A Adetec coleta dados e traça o perfil econômico da cidade, mas também projeta as tendências no município. Com a criação do Centro de Inovação Tecnológica (CIT), foi constatado o perfil industrial voltado para área alimentícia, mas a meta é induzir a vocação regional para setores de desenvolvimento de tecnologia.

Assim, o CIT é responsável por fazer a ligação das universidades com as empresas da cidade e até mesmo de fora, atraindo grandes empreendimentos para atuar em Lins, seja de forma física ou com contratação de mão de obra local, de forma remota.

Dentro desse propósito, também nasceu outro projeto, o Caipira Valley, que pretende ser o condutor do movimento capital-interior para os empresários, com produção de conteúdo e outras ações sobre empreendedorismo no interior.

Apenas de 2014 a 2020, a Adetec gerou 1.142 empregos, forneceu 2.837,5 horas de consultorias, 9.696 capacitações e teve 257 empresas apoiadas por incubação ou associação. “A incubadora cria empresas para que a gente possa atrair e reter os talentos e, ao criar essas empresas, ela necessita de outras para alimentá-las. Assim, vamos fomentando essa roda de desenvolvimento”, afirma o consultor de Inovação da Adetec, Eugênio Brito.

 

Contribuição para o setor social

O empreendedorismo social também é pauta da Adetec, que apoia diversos casos deste âmbito, como MEIs, um projeto de empreendedorismo feminino e os internos da Fundação CASA em Lins.

Além disso, há sempre ações sociais previstas no calendário da instituição, como Almoço Solidário em prol de alguma entidade e uma ação lançada no início da pandemia, de atendimento gratuito a qualquer empreendedor que entrasse em contato.

 

E ainda vem mais por aí

Para 2021, estão nos planos o credenciamento do polo tecnológico de Lins com o governo do Estado de São Paulo e o lançamento do aplicativo de delivery Dois Pallito, com proposta mais acessível para o comércio regional.   

Outra ação significativa que está para concretizar neste ano é o Arranjo Produtivo Local (APL) de agropecuária e agricultura familiar. “Com encaminhamento do projeto, teremos a possibilidade de sermos contemplados com esse recurso para implantar um laboratório que vai levar ciência, tecnologia, inovação e empreendedorismo ao campo, principalmente para o produtor rural familiar. Essa é a nossa oportunidade de fazer a diferença no agronegócio de base, do pequeno produtor”, conta Flávio.

 

De Lins para o mundo

Há 20 anos, a Adetec participa ou incentiva conquistas importantes para Lins e região. Por isso, a instituição já é parte fundamental na história linense. Mas, o objetivo é lançar olhar para o país (talvez o mundo) como possibilidade e, ao mesmo tempo, trazer os holofotes das oportunidades para Lins.

“A missão primordial da Adetec é a criação de um ambiente empreendedor, não necessariamente limitado às suas dependências, mas ser a vanguardista de ambientes que simulem o empreendedorismo, especialmente inovador, alinhado à sustentabilidade, da criação até sua consolidação no mercado”, declara o presidente da Adetec, Cássio Bauléo.

 

A Adetec utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação. Saiba mais »